Nova Série

 

 






MARIA ESTELA GUEDES
Foto: Ed. Guimarães

http://triplov.com/letras/mario_montaut/Estela/index.htm
 
 
 
A Ideia : ainda o surrealismo
Carlos Eurico da Costa - Nunca lhe prestaram atenção
Richard Khaitzine e os mistérios da palavra
António Ramos Rosa, adeus
In vino veritas?
Em memória de Alexandra Escudeiro
Porto meu, meninos do Leça!
Rui Grácio e a revolução mística
Fotos ululantes
Portugal no pós-troika
Um poema de Rodolfo Alonso na revista Pirâmide
Com votos de Páscoa feliz
Barahona
Manifestações "Que se lixe a troika"
Três perguntas a Bruno Resende
Notícias do Brasil - o país real
Natal com fim do mundo e boas notícias
Quero ir para a prisão
Comemorações do 5 de Outubro: Salute e Fratellanza!
Alguns estereótipos e outros erros fatais

Portugal já não tem «vós»?

José Hermano Saraiva: «Eu vi morrer o meu irmão António»

Gandapinta : a empresa de Celestino Santos

Fauna e flora, conceitos para viver melhor

Animais nossos amigos

A propósito de escaravelhos

 

Queimadas em Britiande, o meu agradecimento

Os nossos PPs (Portugueses Piegas)

O nosso PP (Presidente Pelintra)

Eis a nossa esperança

Poemas e memórias de Tito Iglesias

Duas janelas em José Augusto Mourão

Alô, Brasil! Portugal precisa de ajuda!

Onde está o CEU?

HERBERTO HELDER E CARLOS DE OLIVEIRA
- Dois modelos de cidadania?

"Munditações" e "Se lo dijo la noche", poesia em todas as línguas ibéricas

O arboreto de Francisco Newton

Munditações - divulgação

O sardão do meu jardim

Perigeu lunar no Dia da Poesia

A obra ao rubro: Herberto Helder por Maria Estela Guedes | Claudio Willer

Crítica de Álvaro Alves de Faria a «A obra ao rubro de Herberto Helder»:

Eis a Terra

Nota sobre «Douro», de José António Salvador

Herberto Helder: entre Deus e o Diabo

2011

Novo livro de Maria Estela Guedes sobre Herberto Helder, publicado no Brasil

Garimpo do topázio imperial no Arraial de Antônio Pereira

A Spathodea de Carlos Alberto Filgueiras

Mesa-redonda
“Maria Estela Guedes e a Literatura Portuguesa Contemporânea”

Coisas da res pública

Poder e impotência em Abdulai Sila

Quanto vale o TriploV?

'N ba papia criolo?

Céu e terra na poesia de Carlos de Oliveira

Textos de prazer: alguns relatórios estatísticos

Olha, Jorge Maximino...

Na morte de José Saramago: Um lutador solitário

Locus amoenus (imagens)

Memória fotográfica da sessão do Ciclo "Redigir o Mundo",
em Vieira do Minho

Quer dizer e diz...

E os ficcionistas?

E os poetas?

Tango Sebastião

Poemas para Federico García Lorca

Realismos em Nova Iorque

O Deus escondido de Frei José Augusto

2010

Esoterismo e ciência num opúsculo carbonário

Três poemas de Natal

Cala-te!

«Caim», uma história divertida

«Associação Essência da Amizade» com Maria Estela Guedes, Aline Daka e António de Almeida Santos - dia 29, 21h, Lisboa

Tito Iglesias e a sua amada senhora

Luís Reis entrevista Estela Guedes e Floriano Martins (português)

Luís Reis entrevista Estela Guedes e Floriano Martins (castelhano)

Os Passos em Volta de Herberto Helder, de Marco Silva (nota)

 

Voto em negro

Cytisus (videopoemas no YouTube)

Marinho Pinto e o valor da palavra

Relatório de atividades (Word)

Nota sobre "Menina Júlia", de Strindberg

Censura no TriploV

Edson Cruz entrevista Maria Estela Guedes em "Cronópios". Externo:
http://www.cronopios.com.br/site/internet.asp?id=3792

Edson Cruz entrevista Maria Estela Guedes em "Cronópios".

Chão de Papel

Aroma aromatis
 3 notas carbonárias
Vacas dos Açores manifestam-se em Lisboa
Tops de Lagoa

Herberto Helder e o novo Acordo Ortográfico

Os Encontros de Teatro Ibérico

2009
 
O poder do autor vivo
O Apocalipse de Domingos Vandelli
Barakah para Barack Obama
Ciberpaisagens
MMulher
Aldrabices à la plancha
Simbologia da Maçonaria Florestal num ritual da Carbonária Portuguesa
A mulher e a ciência
Crocodilos e jacarés na região de Lamego
No YouTube: http://br.youtube.com/user/EstelaGuedes
Destinos
Amar por ouvir contar, como Tedon e Ardinga
A CASA DE DOMINGOS VANDELLI EM COIMBRA
Com Eduardo Proença-Mamede

Macroscincus coctei, second record

Macroscincus coctei, segunda referência
Hospital de Santa Maria
A águia mecânica de Cruzeiro Seixas
Amor inca
DEMOCRATIZAÇÃO POR PALAVRAS
Sobre o Acordo Ortográfico
"U23D": Chuva de letras
Pedro Proença e a questão da identidade
Duas palavras simples (Fernando Botto Semedo)
Via Crucis, Via Lucis
Praia do Tamariz
Verdade e erro n' A Boba
2008
Monstros da "Casa de Vasco da Gama"
Memória de palavras
Marca "Freixo do Meio"
"A Senhora de Ofiúsa", de Gabriela Morais
ACÁCIO BARRADAS E ESTELA GUEDES ENVOLVIDOS EM "CORRUPÇÃO"

Herberto Helder, Poeta de lo vivo

"Estação Ardente", de Júlio Conrado
O feminino em Maria do Pilar Osório, escritora em Britiande
Jardim esculpido
Jardinar com Francis Bacon
A Série «Lápis de Carvão»
Recital de poemas de Maria Estela Guedes por João Correia Rebelo (notícia)
A poesia na óptica da Óptica
Por pouco dormia com o Luiz Pacheco...
Peregrinação com a Família Kolping
Verdamarelo (fotografia)
"As saias de Elvira" de Eduardo Lourenço
Digo sim à despenalização do aborto
Estudos de cor
Memória do Jardim que há-de vir. Carta a Ana Haddad
Nelson de Oliveira entrevista Maria Estela Guedes
para tese de doutorado
2007
EU DOU-VOS O TESTE, MALANDROS!
CARTA AO PAI NATAL
A BOBA
(Monólogo em três insónias e um despertador)
O FIO DA LÍNGUA
DIÁRIO DE LILITH (poesia)
AS PAISAGENS INTERDITAS
CARTA A JOSÉ AUGUSTO MOURÃO ("FLORA PORTUGUESA")
CARTA A ANA LUÍSA JANEIRA
 
 
StellaCarbono
 
SOB O MANTO CRISTÃO, A LÍNGUA DA SERPE (2006)
EU E A CÂMARA (2006)
MULHER COM VERGONHA DE ALGUNS HOMENS(2006)
CORVUS ALBUS (2006)
RENTE AO CHÃO(2006)
A MATÉRIA DO MITO (2006)
HOSPITAL PSIQUIÁTRICO S. PEDRO (2006)
A MIGUÉIS E INÊS DE CRASTO (2006)
FELCE E ORTICA
COLECCIONAR COM F. FRADE
Especialmente na Guiné-Bissau
 
S. FREI GIL EM CINEMA (ANTÓNIO DE MACEDO)
S. FREI GIL, UM SANTO CARBONÁRIO
ANTÓNIO FARIA & NORTON DE MATOS
ANTÓNIO DE MACEDO E A ALQUIMÍSTICA
MADALENA FÉRIN E O PRÍNCIPE DAS TREVAS
"M" DE MULHER
JANES E O CAMINHO DA SERPENTE (JOSÉ MANUEL ANES)
NUMEROLOGIA N' AS MINAS DE SALOMÃO
A ÁRVORE DRAGÃO
O AVENTAL (ERNESTO DE SOUSA)
LÍNGUA DAS GRALHAS NO ATELIER DE JOSÉ DAVID
RICHARD KHAITZINE E AS PALAVRAS VELADAS

A. RAMOS ROSA: OBRA AO VERDE
O NATURAL EM LIVROS DE CORDEL
ROSINE CHANDEBOIS ATACA
NATURALISMO & MAÇONARIA FLORESTAL
PARA UMA BIOGRAFIA DE DOMINGOS VANDELLI
MAÇONARIA: REINO DO SÍMBOLO E DO RITUAL
OS ORIENTES ETERNOS DE VANDELLI
MODELOS DE INTERPRETAÇÃO
PARA A PROTECÇÃO DAS ROSAS DE JERICÓ
O PRÍNCIPE DO LÍBANO
JOSÉ ÁLVARES MACIEL, ROMÂNTICO E NATURALISTA
ALGUNS SEGREDOS CARBONÁRIOS
O QUE FAZEM OS CARBONÁRIOS?
ARTE COM CIÊNCIA NO CIBERESPAÇO

A MAMBA DE SÃO TOMÉ
BIBLOS-ALEXANDRIA (BIBLIOGRAFIA CIENTÍFICA

DE PROFUNDIS
ARTE DE EX_CITAR
SUA ASCENDÊNCIA
O OVO DE OURO
PSITTACIFORMES
CORTE NO PARAÍSO
FILOSOFIA NATURAL
SAÍDA DO TÚMULO
O GAIO MÉTODO - COM NUNO MARQUES PEIRIÇO

ÁRVORES DO NOSSO IMAGINÁRIO... - COM ANA LUÍSA JANEIRA
CRIPTOMETÁFORAS EM ZOOLOGIA
BONS PRIMOS
A CIÊNCIA E A VERDADE: ELOGIO DA MENTIRA
O LUSO AUGUSTO NOBRE
COIMBRA, NO DOURO...
CABO VERDE E A MACAR(R)ONÉSIA
MEMÓRIAS DO LAGARTO CABO-VERDIANO (Macroscincus coctei)
PARDAIS DOMÉSTICOS E ESPANHÓIS

O DUPLO NO TEXTO DO NATURALISTA
A CIÊNCIA NA EXPOSIÇÃO DO MUNDO PORTUGUÊS
ROTAS DO PALUDISMO - O NATURALISTA E A INTRODUÇÃO DE ESPÉCIES
O NATURALISTA COMO CRIADOR: O ENIGMA DA MENSAGEM NA GARRAFA
MORRER DE AMOR OU DE TUBERCULOSE?
MARTINHO DE MELLO E CASTRO E AS RIQUEZAS NATURAIS
COM CARLOS F. PEREIRA - QUEM NÃO ADMIRARÁ OS PROGRESSOS DESTE SÉCULO?
COM L. M. ARRUDA - FEIJÓ, NATURALISTA BRASILEIRO EM CABO VERDE NO SÉC. XVIII
PERFIL DE G.F. SACARRÃO
NATURALISMO E CONHECIMENTO DA HERPETOLOGIA INSULAR
PALEO-HERPETOFAUNA DE PORTUGAL, DE E.G. CRESPO
DEUS NÃO É DESCARTÁVEL
FRANCISCO NEWTON - CARTAS DA NOVA ATLÂNTIDA (LIVRO)
COM JOSÉ AUGUSTO MOURÃO - A NORMA E O MONSTRO
LEONARDO BOFF: À BEIRA DO APOCALIPSE?
DAR AO PÚBLICO A IMAGEM CIENTÍFICA
EVOÉ, OU RELATO DE UMA MISSÃO NO BRASIL

CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 1. AUGUSTO NOBRE
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 2. JOSÉ DA SILVA LISBOA
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 3. BALTHASAR OZORIO
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 4. JOHN EDWARD GRAY
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 5. J.V. BARBOZA DU BOCAGE
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 6. BRINCANDO COM A TZÉ-TZÉ
CIÊNCIA E SUBVERSÃO. 7. J. VON BEDRIAGA


AS ESPÉCIES BAYONI  SOB O SIGNO DA PRISÃO
DO DODÓ À FÉNIX: TRANSMUTAÇÃO NO DISCURSO CIENTÍFICO
COM NUNO MARQUES PEIRIÇO - O GAIO MÉTODO
DOMINGOS VANDELLI & AGOSTINHO DE MACEDO
CARTAS DE ROSA DE CARVALHO: HÁ UMA CIÊNCIA MAÇÓNICA?
COM J.A. MOURÃO - COMO LIDAR COM UM HÍBRIDO... ?
NATURALISMO E HISTÓRIA MILITAR

..
...

LIVROS

FRANCISCO NEWTON, CARTAS DA NOVA ATLÂNTIDA
COM NUNO MARQUES PEIRIÇO - CARBONÁRIOS, OPERAÇÃO SALAMANDRA: CHIOGLOSSA LUSITANICA BOCAGE, 1864

DOIS CASOS SECRETOS EM CIÊNCIAS NATURAIS (semi-inédito em papel)

 
POESIA, CIBERARTE, ETC.


NA VÉSPERA DE EU SER INICIADA
AS DUAS CHAVES
DISCURSO DE CORVO
VERITAS
SORE
PENAS DE UM COCAR ÍNDIO
OFÍCIO DAS TREVAS
CREATIO
HELIOTROPOLIS.PT

PEDRAS ROLANTES (LIVRO)
LORDES SUBMERSOS (FOTOS)
@SVATTHA

COMPAIXÃO (POESIA-CARTAZ)

OUTROS ENSAIOS
 

OSCAR PORTELA: PAIXÃO E HERMENÊUTICA
ONDAS DO MAR DE VIGO
TEATRO NO CIBERESPAÇO
JAZZ NA POESI
A
NAS ILHAS DE MADALENA FÉRIN
"ÁFRICA ANNES", DE MADALENA FÉRIN
A ALMA AZUL DE MARIA AZENHA
SURREALISTAS QUE SE IGNORAM
OS DUPLOS DE JOSÉ SARAMAGO
O SURREALISMO NA POESIA DA AMÉRICA LATINA
O ROBIN HOOD PORTUGUÊS
ESTES SÃO OUTROS HÍBRIDOS (HERBERTO HELDER)
QUEM NÃO ADMIRARÁ OS PROGRESSOS DESTE SÉCULO?
ROCK & ROSA: PAULO BRITO E ABREU

CORTE NO PARAÍSO
FERNANDO BOTTO, HOMEM DE PALAVRA
O SLÊNCIO DE CONRADO
"MULHERES QUE ESCREVERAM TEATRO", DE EUGÉNIA VASQUES
DE LINK EM LINK
INDEX.HTML (MAGNO URBANO)
FÁTIMA, O QUINTO IMPÉRIO DO HÍBRIDO
LEONARDO BOFF: À BEIRA DO APOCALIPSE?
ANTÓNIO BARAHONA : DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA

 
Curriculum vitae  
C-abrev

Maria Estela Guedes (1947, Britiande / Portugal). Diretora do Triplov

Membro da Associação Portuguesa de Escritores, da Sociedade Portuguesa de Autores, do Centro Interdisciplinar da Universidade de Lisboa e do Instituto São Tomás de Aquino. Directora do TriploV.

LIVROS

“Herberto Helder, Poeta Obscuro”. Moraes Editores, Lisboa, 1979;  “SO2” . Guimarães Editores, Lisboa, 1980; “Eco, Pedras Rolantes”, Ler Editora, Lisboa, 1983; “Crime no Museu de Philosophia Natural”, Guimarães Editores, Lisboa, 1984; “Mário de Sá Carneiro”. Editorial Presença, Lisboa, 1985; “O Lagarto do Âmbar”. Rolim Editora, Lisboa, 1987; “Ernesto de Sousa – Itinerário dos Itinerários”. Galeria Almada Negreiros, Lisboa, 1987 (colaboração e co-organização); “À Sombra de Orpheu”. Guimarães Editores e Associação Portuguesa de Escritores, Lisboa, 1990; “Prof. G. F. Sacarrão”. Lisboa. Museu Nacional de História Natural-Museu Bocage, 1993; “Carbonários : Operação Salamandra: Chioglossa lusitanica Bocage, 1864”. Em colaboração com Nuno Marques Peiriço. Palmela, Contraponto Editora, 1998; “Lápis de Carvão”. Apenas Livros Editora, Lisboa, 2005; “A_maar_gato”. Lisboa, Editorial Minerva, 2005; “À la Carbonara”. Lisboa, Apenas Livros Lda, 2007. Em co-autoria com J.-C. Cabanel & Silvio Luis Benítez Lopez; “A Boba”. Apenas Livros Editora, Lisboa, 2007; “Tríptico a solo”. São Paulo, Editora Escrituras, 2007; “A poesia na Óptica da Óptica”. Lisboa, Apenas Livros Lda, 2008; “Chão de papel”. Apenas Livros Editora, Lisboa. 2009; “Geisers”. Bembibre, Ed. Incomunidade, 2009; “Quem, às portas de Tebas? – Três artistas modernos em Portugal”. Editora Arte-Livros, São Paulo, 2010. “Tango Sebastião”. Apenas Livros Editora, Lisboa. 2010. «A obra ao rubro de Herberto Helder», São Paulo, Editora Escrituras, 1010; "Arboreto». São Paulo, Arte-Livros, 2011; "Risco da terra", Lisboa, Apenas Livros, 2011; "Brasil", São Paulo, Arte-Livros, 2012; "Um bilhete para o Teatro do Céu", Lisboa, Apenas Livros, 2013.

ALGUNS COLECTIVOS

"Poem'arte - nas margens da poesia". III Bienal de Poesia de Silves, 2008, Câmara Municipal de Silves. Inclui CDRom homónimo, com poemas ditos pelos elementos do grupo Experiment'arte. “O reverso do olhar”, Exposição Internacional de Surrealismo Actual. Coimbra, 2008; “Os dias do amor - Um poema para cada dia do ano”. Parede, Ministério dos Livros Editores, 2009. Entrada sobre a Carbonária no Dicionário Histórico das Ordens e Instituições Afins em Portugal, Lisboa, Gradiva Editora, 2010.

TEATRO

Multimedia “O Lagarto do Âmbar, levado à cena em 1987, no ACARTE, Fundação Calouste Gulbenkian, com direcção de Alberto Lopes e interpretação de João Grosso, Ângela Pinto e Maria José Camecelha, e cenografia de Xana; “A Boba”, levado à cena em 2008 no Teatro Experimental de Cascais, com encenação de Carlos Avilez, cenografia de Fernando Alvarez  e interpretação de Maria Vieira. 

 

 
 

 

 

 

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano