RUTE MARTINHO:::::
Janela

Vou abrir a janela, arrefeço.

O dia brilhante, o tempo trai,

Mas o medo nunca sai pela porta, tem medo.

 

3 de Dezembro de 2015. Rute Elisa de Matos Martinho

 
 
 
 
 
 
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano