NICOLAU SAIÃO

Uma volta ibérica
Seguida de "Dos costumes dos girinos"

Ir a Espanha, viajar por Espanha, percorrer os caminhos de Espanha - duma Espanha que nos agrada, que é amorável e aventurosa – não é o mesmo que ir à Brandoa.

O que aliás até pode ser agradável, se por lá tivermos um amor, um derriço, uma almoçarada valente, um mistério por desvendar. Na Brandoa. Mas de facto não é o mesmo.

Começa-se pelo inevitável salero da terra-ela mesma, dessa terra que parece mais larga assim que se cruza a fronteira. Preconceito de lusitano que já está um pouco cansado de politicões e videirinhos deste país onde vigora a lei vígara do muito tens muito vales?

Talvez... Mas mais parece amor a lugares onde se sente vibrar um hausto de limpeza e de liberdade. Doces terras de Espanha...

Trocado por miúdos: veni, vidi, vici. Ou seja: armado do meu portfólio, consegui seduzir uns apreciadores e tive Natal antecipado, vendendo os bonecos, “cartões para painel de azulejo” por um preço muito consolador. Os que agora aqui vos deixo num bloquinho, para iluminar os olhos de quem me estimar.

Neste dia de S.Martinho, foi o meu presente – acompanhado de uns tragos do tinto dos Fortios e de um punhadinho de castanhas assadas. E querem melhor iguaria?

 

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano