RICARDO DAUNT
 
 
 
Bichos solitários
Orpheu 3 -- a  revista que não houve
Sobre o «Orpheu» - Ensaios  (livro)
Os seguidores imediatos do movimento do Orpheu
Para entender um pouco mais de Manuel Bandeira

A passagem de Ronald de Carvalho por Portugal

Amadeo de Souza-Cardoso e Fernando Pessoa;
simultaneísmo órfico e interseccionismo: aproximações
O sentido de Orfeu na História universal: da Grécia a Portugal
CORPO (poemas e apontamentos plásticos)

Sobre algumas raízes profundas do
Movimento do Orpheu

POESIA SEM PÁTRIA E SEM VERDADE
ÁLVARO ALVES DE FARIA ENTREVISTA RICARDO DAUNT
Quatro novíssimos poemas de Ricardo Daunt
 
SHORT STORIES
In the garage
 

Ricardo Daunt tem publicado livros desde 1975. E se tornou crítico literário um pouco mais tarde, por volta de 1978. É doutor pela USP em literatura portuguesa, com dois pós-doutorados realizados fora do Brasil. Um deles sobre o modernismo de Portugal, que resultou em inúmeros trabalhos sobre o Orpheu. O outro sobre Eliot e Pessoa, que resultou na obra  T. S. Eliot e Fernando Pessoa: diálogos de New Haven (publicada pela Landy e adotado em inúmeros cursos de pós-graduação de diversos países; e indicado ainda como leitura obrigatória para o processo seletivo de professores do nível médio em Portugal; essa obra é uma das únicas duas referências na área de literatura comparada, arroladas na Wikipedia de língua inglesa acerca da fortuna crítica de Fernando Pessoa, num total de 20 títulos mundiais).

As principais bibliotecas acadêmicas dos EUA e muitas do Reino Unido e de Portugal oferecem inúmeros títulos seus. Algumas delas dispõem de todo o acervo do autor, editado ao longo dos anos, o que permite uma divulgação mundial do trabalho de Ricardo Daunt.

O autor deu aulas no mestrado da Universidade Federal do Rio Grande Norte e foi professor visitante em Yale.  É crítico literário e ensaísta há mais de 35 anos, produzindo crítica literária e ensaios para os principais periódicos brasileiros, dentre eles os jornais Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil, O Globo, e as revistas  Isto é, Encontros com a Civilização Brasileira e Revista Brasileira da Academia Brasileira de Letras. Foi crítico da Colóquio Letras e da Vértice (Editorial Caminho), de Portugal, bem como das revistas eletrônicas Sibila e TriploV, esta última também portuguesa e mantém com essas últimas constante colaboração.

Sua  Obra poética integral de Cesário Verde: organização, apresentação, tábua cronológica e cartas reunidas por Ricardo Daunt foi adotada nas escolas da região da cidade do Porto. E vai ganhar em 2013 uma edição em Portugal.

A antologia de contos e novelas Poses é estudada no King´s College do Reino Unido. O romance Migração dos cisnes representou o Brasil, ao lado de outros títulos nas duas últimas edições da Feira do Livro de Frankfurt. Sua contística é reputada como uma das mais importantes das últimas décadas no Brasil, e é considerado o mais cosmopolita dentre os autores brasileiros.

O romance de Isabel, que se encontra no prelo pela Novo Século, é o terceiro volume de uma trilogia romanesca que começa com Manuário de Vidal (Codecri, 1981) e prossegue com Anacrusa (Nankin, 2004). É, não obstante, uma leitura que independe do conhecimento dos romances anteriores, sendo por certo a narrativa mais intensa e desconcertante que concebeu. Certamente será a que mais entusiasmará os leitores.

Ao longo da última década e mais especialmente em 2012 produziu diversos ensaios sobre o Orpheu, que resultaram em publicações na Europa e em dois livros digitais. E concluiu um novo romance: Adamastor Finkel: entre a sombra e a luz.

Em suma, sua atividade intelectual abarca o ensaio, o conto, a poesia, a novela e o romance. Como polígrafo, tem se dedicado tanto à investigação literária, quanto à criação, numa processo constante e pendular, que oscila entre um gênero e outro -- o que resulta em uma intensificação do nível de exigência crítica por parte do autor e numa capacidade maior de distanciamento do resultado final, permitindo assim uma avaliação mais clara do caminho percorrido. Essa atitude só pode evoluir para a concepção de textos com cada vez mais qualidade e originalidade, o que favorece o leitor e o gratifica.

No momento Daunt prepara uma trilogia poética, cujos dois primeiros livros são Poesia sem pátria e sem verdade e Corpo. Muitos desses poemas foram estampados isoladamente.

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano